Destaque
Publicado em Bem Vindo Ao:

HEYY!!

39080771_1053002788194961_4038163964352266240_n

HEYY!!

Tudo bem?

Sabe aquelas pessoas, quem tem manias estranhas? Então, eu tenho a mania de letras.

Sou amante de letras, apaixonada por cultura, e talvez única em toda minha existência, prepotência? Só um pouquinho rsrsrs.

Vim te convidar a conhecer um pouquinho da minha loucura.

Então pronto pra participar um pouquinho do meu mundo?

Publicado em Experiência

9 Meses

No início eu não te sentia.

Aos poucos fui sentindo não só você mais as mudanças que viam junto.

O primeiro e o segundo mês foram difíceis, enjôo toda hora até do seu pai enjoei.

Terceiro mês eu já conseguia sentir seus chutinhos, crendo eu qhe estava louca já que era a única a sentir.

Com quatro meses, eu ouvir seu coraçãozinho, batia tão forte, ficava horas ouvindo e chorando.

Cinco meses e os seus chutes ao ouvir a voz do seu pai começaram, uma alegria sem fim.

Com seus meses descobrimos que você era meu príncipe, perdemos a aposta – todo mundo crente que era menina- você enganou a gente direitinho.

Sete meses e a ansiedade batendo e o medo também, por fora estava calma por dentro surtava.

Oito meses batendo na porta e a conta de ver seu rostinho aumentando, conversava com você e sentia você respondendo do seu jeitinho único- um chute aqui outro ali junto com uma dorzinha nas costelas- nada demais.

Nove meses e o desespero chegando, você pedindo pra sair, vinte cinco horas até eu poder ver você pela primeira vez- e eu apaguei logo depois- mais ainda pude ouvir seu cheirinho antes de tudo ficar escuro.

Publicado em Trechos de Livros

Cidades de Papel- Trecho do Livro

 

“Quando pensava na morte dele, o que, diga-se de passagem não aconteceu tantas vezes assim, eu sempre pensava da forma como você tinha descrito, como se os fios dentro dele tivessem se arrebentado. Mas existem milhares de maneiras de pensar a situação: talvez os fios se arrebentem, talvez o navio naufrague ou talvez nós sejamos relva, nossas raízes tão independentes que ninguém estará morto enquanto houver alguém vivo. O que quero dizer é que as metáforas não são poucas. Mas você precisa ser cuidadoso ao escolher a sua metáfora, porque ela faz a diferença. Se escolher os fios, significa que está imaginando um mundo no qual você pode se arrebentar de forma irreparável. Se escolher a relva, então quer dizer que todos nós somos interligados e que usamos esse sistema radicular  não apenas para compreendermos uns aos outros, mas também para nos tronarmos o outro. As metáforas tem consequências. Está entendendo o que quero dizer?”

Cidades de Papel – John Green

Publicado em FANFIC'S

Amor ao Primeiro Fora e a Segunda Vista Cap. I – Um Fora Sem Motivos

Heyy meus Cup Cakes, finalmente escrevi kkk tava adiando isso por medo afinal estou enferrujada para escrever histórias mais espero que gostem de verdade.

Daqui para frente irei só colocar as iniciais da história com o título do capítulo.

Bjus Doces.


 

black and white ballet dancer gif | WiffleGif

O teatro onde os ensaiamos se encontrava imerso em um burburinho sem fim, afinal  ganhamos cinco minutos de descanso depois de mais de duas horas seguidas de ensaio, quedas e frustrações seguidas uma da outra.

Nossa querida professora Thereza sentou em uma cadeira no canto conferindo a lista de presença enquanto o resto de nós estávamos espalhados pela sala, minha irmã Helena do meu lado tão ofegante quanto eu.

A verdade em si é que me encontro mais cansada psicologicamente do que fisicamente, meu trabalho me suga tudo e a dança é o meu refúgio pra solidão só que nem o meu refúgio está conseguindo suprir o vazio que se encontra em mim no atual momento.

A voz da tia The invade meus pensamentos já ditando a próxima sequência e lá vamos nós, só que não.

— Sequência de Battements com giro seguido de um salto- Tia The falou, deixando claro que nosso pequeno momento de descanso havia chegado ao fim.

Todos levantamos e formamos um paredão para começar a sequência e assim foi por horas até eu esquecer o quanto doem os pés e que meus problemas ainda existem, me sentir quentinha por está no meio de todo mundo.

Horas de ensaio, ao total quatro horas mais tarde e com apenas o dinheiro da passagem de volta pra casa no bolso, enquanto caminhamos em direção a casa da minha irmã, mudamos a rota para ir ver um amigo dela no local de trabalho e subindo a avenida principal do bairro, paramos em frente ao Ali Baba Food, um trailer de food truck.

— O Derek ta na chapa maninha- Helena me disse.

Apenas concordei e fomos em direção ao tal amigo que estava com uma blusa preta com a logo do Ali Baba, máscara e calça jeans normal que me cumprimentou ao descer do trailer com um abraço, enquanto o outro rapaz do chapéu azul chamou a atenção do mesmo, dizendo se tinha permitido.

Eu agir por impulso. As vezes dou dessas de louca e finjo que nada ta acontecendo e só me arrependo depois.

— Quer um abraço também? – Perguntei, o rapaz do chapéu azul olhou pra mim e concordou, ele tem cheiro de comida kkk foi o que pensei na hora e depois fiquei pensando nos olhos, tenho fetiche em olhos.

Depois disse sentamos em uma mesa e ficamos conversando e conversar vem, conversa vai o Derek soltou que o menino de chapéu azul estava interessado em mim, de cara não me importei mais ele ficou repetindo e repetindo até que de novo por impulso fui lá perto do trailer e falei:

— Pra você só amizade no momento- O rapaz me olhou confuso e claramente sem entender nada.

Tipo eu tô de rolo com um garoto que sei que não vai pra frente mais gosto de me iludir.

Voltei pra mesa e depois de uns minutos decidir ir embora, me sentindo uma trouxa por ter falado o que falei e vazia por ter que voltar pra casa e saber ninguém me encontraria lá.

Horas mais tarde que já havia chegado em casa, descobrir que o nome do menino de chapéu azul era Neto, e que havia estudado com a irmã da minha irmã e assim foi mais uma noite triste e solitária de barriga vazia por que não tinha nada em casa.

 

Publicado em FANFIC'S

Amor Ao Primeiro Fora e a Segunda Vista

Hello Meus Cup Cakes, como vocês estão?

Trouxe uma novidade para vocês, com todo esse negócio de quarentena estou ficando louca em casa então pensei em trazer uma história para vocês criada por mim rsrs.

Espero que gostem.

fanfics

Sinopse

Alessa é uma bailarina que se vê no momento mais estressante da sua vida, seu trabalho a consome durante o dia e o ballet se tornou cansativo depois de anos dançando.

Depois de mais um ensaio exaustivo, sua irmã Helena a convida para ir até onde um amigo dela trabalha como ajudante de chapeiro em um food truck. O que Alessa não esperava era da um fora no chapeiro sem ele nem ter pedido por isso.

Um garoto.

Uma noite.

Um fora.

Uma história.

Publicado em Experiência

Boa noite

Hey meus Cup Cakes.

Como vocês estão? Espero que estejam bem.

Bem, vim conversar com vocês. Eu tava muito desanimada e preocupada com as coisas e com essa quarentena ficando só em casa estava ficando louca pois, não sentia vontade nem pra respirar, quanto mais para escrever ou respirar.

Recapitulando, fiquei desempregada e depois engravidei quase perdi o BB e agora nem tenho as coisas pra ele nascer mais acabei tirando algo bom disso, por que não adianta me desesperar e por isso criei forças para escrever e me animar com as coisas.

E agora posso dizer com toda a certeza que voltei a ativa e vou ficar publicando todo dia tanto que vocês vão enjoar de mim.

Mais por hoje é só, eu só queria falar algo antes de começar a loucura que vou fazer nesse blog e só tenho a agradecer quem ainda tá aqui mesmo com a minha ausência.

Bjuuus doces

Publicado em Experiência

Hey

Hey meus Cup Cakes, vim para dizer que estou voltando a ativa.

Passei por muitos problemas e ainda estou passando mais vou contar tudinho para vocês nos posts que irá rolar hoje.

Tem muita coisa que quero desabafar já outras apenas publicar aqui e quem sabe encontrar uma solução.

Bjuus Doces

ac7fc358c3caf9bed371b6d8f0a93a00

Publicado em Livros Em PDF para leitura

Amor & Gelato

Amor & Gelato – Jenna Evans Welch

Amor & Gelato - Jenna Evans WelchDepois da morte da mãe, Lina fica com a missão de realizar um último pedido: ir até a Itália para conhecer o pai. Do dia para a noite, ela se vê na famosa paisagem da Toscana, morando em uma casa localizada no mesmo terreno de um cemitério memorial de soldados americanos da Segunda Guerra Mundial, com um homem que nunca tinha ouvido falar. Apesar das belezas arquitetônicas, da história da cidade e das comidas maravilhosas, o que Lina mais quer é ir embora correndo dali.

Mas as coisas começam a mudar quando ela recebe um antigo diário da mãe. Nele, a menina embarca em uma misteriosa história de amor, que pode explicar suas próprias origens. No meio desse turbilhão de emoções, Lina ainda conhece Ren e Thomas, dois meninos lindos que vão mexer ainda mais com seu coração.

Uma trajetória que fará Lina descobrir o amor, a si mesma e também aprender a lidar com a perda.

Publicado em Experiência

Amor de Verdade ?

Heyy meus Cup Cakes, tudo bom ?

Eu não ia escrever sobre isso mais acho que precisava colocar isso em palavras.

Me perguntaram se eu acreditava em amor de verdade, e sim eu acredito mais lembrei de algo meio recente rsrs.

Eu cresci com o meu melhor amigo, sempre fomos muito juntos e a gente se gostava quando criança mais foi crescendo e o sentimento foi mudando para amor, tipo tijolo por tijolo? Fazíamos tudo juntos, éramos amigos e um casal.

Lá pra meados de 2012 veio o baque, ele foi morar com o pai fora do país, isso tirou o nosso chão, tínhamos um mês mais ou menos antes dele viajar e passávamos o máximo de tempo junto, doeu muiito a despedida.

E assim se passou 2013,2014 e 2015 fiz minha festa de debutante ele não pode não estar presente mais ainda sim fiz uma cantinho pra ele, isso a gente namorando a distância e em 2016 dei entrada nos documentos pra poder me mudar pra lá, foi uma peleja e quando tudo estava pronto e eu já estava quase de passagem comprada, descubro que ele pediu uma francesa em noivado e que estava com ela há dois anos, meu chão caiu. O pior é que os pais dele não sabiam que ele estava noivo comigo apesar de sempre estarem em contato comigo.

Foi a pior sensação do mundo, nosso relacionamento era recíproco mais acabou por causa da distância e em 2019 conheci meu esposo e estamos juntos há um ano ( vai fazer amanhã no caso).

Então acho que o amor é relativo, não é só por que você está há anos com a pessoa que vai envelhecer com ela e caso aconteça você é um previlegiado, o que quero dizer é aproveite pois não sabemos como vai ser amanha, se uma pessoa que você amou por anos não vai se tornar um estranho do nado e um completo estanho o amor da sua vida.

A vida tem um modo de brincar com a gente …